Vigilância trabalha no combate à dengue nos cemitérios

A Vigilância Epidemiológica de Brusque realizou na tarde desta sexta-feira (27) um mutirão de limpeza e inspeção no cemitério Parque da Saudade. O objetivo da ação é prevenir criadouros dos mosquito Aedes Aegypti, que tramite a dengue, Zika Vírus e a Febre Chikungunya.
A coordenadora da Vigilância, Letícia Figueredo, explicou que os trabalhos nos cemitérios são contantes e todos os cemitérios de Brusque vão passar por esse mutirão, nos serviços desta sexta-feira foi feita a vistoria em metade do local, os trabalhos vão continuar na próxima semana.
Figueredo destacou que a população precisa colaborar mais na prevenção da dengue. “A população é muito negligente, mesmo com as informações e as placas informativas que temos aqui, ainda assim, tiramos 10 sacos de lixo. É preciso que todos colaborem”, disse
Atualmente, a Vigilância mantém 517 armadilhas em toda a cidade, que são monitoradas constantemente . Além disso, 107 pontos estratégicos: borracharias, floriculturas, ferros-velhos e cemitérios, são visitados frequentemente.
Cuidados essenciais
Ao levar flores aos cemitérios dê preferência às artificiais. Se optar por flores naturais procure as plantadas em vasos com furos. Elimine também os ‘cachepots’, aqueles suportes para os vasos, geralmente de cerâmica ou porcelana, que também propiciam a deposição de água. Ao optar por ramos de flores naturais, as mesmas deverão ser colocadas diretamente na areia presente nos vasos, que deverá estar umedecida.
Sintomas da doença
Febre alta com início súbito.
Forte dor de cabeça.
Dor atrás dos olhos.
Perda do paladar e apetite.
Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores.
Náuseas e vômitos.
Tonturas.
Extremo cansaço.
Moleza e dor no corpo.
Muitas dores nos ossos e articulações.
Denúncias: (47) 3110-1010

Deixe sua opinião