Vídeo-Matias Kohler inicia seu segundo mandato com mudanças no governo

Em 1º de janeiro, o prefeito reeleito de Guabiruba, o industrial Matias Kohler, iniciou seu segundo mandato com quatro mudanças no secretariado. Sua meta, como administrador do município no qual nasceu, é fazer deste o melhor dos dois mandatos. A estrutura do governo é diferente daquela encontrada em 2013. O carro-chefe do segundo mandato, principalmente em 2017, será a pavimentação. Nesta entrevista exclusiva ao EM FOCO, Matias Kohler falou sobre o que espera ainda realizar.

 

Há previsão para concluir as obras da segunda meta da rua São Pedro?

A parte de pavimentação está executada, estamos confeccionando as calçadas. Acreditamos que no prazo máximo de 90 dias estarão concluídas.

 

Quais as obras que são prioritárias ou emergenciais para 2017?

Principalmente pavimentações em parceria de diversas ruas, e execução de projetos com recursos próprios, dependendo da viabilidade financeira. Se possível, teremos pavimentação das ruas Alberto Reinert e Pedro Kohler, que liga as comunidades do Aymorée Guabiruba Sul.

 

Quanto a enxurrada de 5 de janeiro, as obras e recuperação da cidade já foram concluídas?

Guabiruba não foi tão atingida quanto Brusque. Pontes, pontilhões que foram danificados já foram recuperados.

 

Guabiruba vai contar com verbas dos governos estadual e federal em 2017?

Sonhamos contar. Esperamos ter aporte financeiro para novas obras. O Colégio João Boos vive um drama que se arrasta por muitos anos. O governo do Estado deve estar lançando edital para elaboração do projeto de reforma e ampliação. Esta é uma história muito mal contada, parece muito estranho que um governo que execute inúmeras melhorias de escolas públicas de nível médio pelo Estado, enquanto Guabiruba não consegue ser contemplada. É obrigação do Estado, o município tem sido parceiro para tentar a escola em condições mínimas de funcionalidade. O que de fato está acontecendo, eu não sei, só que tem coisa errada acontecendo. Infelizmente, isso está dando um prejuízo enorme no sentido da organização do ensino médio no nosso município.

 

Seu partido está preparando nomes para concorrer à Assembleia Legislativa em 2018?

Nós não temos hoje em Guabiruba uma expressão eleitoral tão forte em um cenário estadual. Mas, temos pessoas que manifestaram interesse em buscar uma candidatura à Assembleia Legislativa. Teremos a primeira convenção 2017 do partido em março.

 

Terá alterações no secretariado este ano?

Já aconteceram mudanças nas secretarias de Finanças, Planejamento e Esportes, e na Fundação Cultural. Uma coligação é formada para governar, os partidos que integram a coligação do Partido Progressista (PP) com o Partido dos Trabalhadores (PT) merecem ocupar o seu espaço. Foram mudanças sem traumas.

Assista Entrevista Completa :

Prefeito também fala do seu segundo mandato:

Deixe sua opinião