Vereadores assumindo cargos executivos

Vereadores assumindo cargos no executivo vêm gerando debates calorosos entre o meio político e social. Diversos discursos prós e contras são proclamados, porém, sem efetiva ação. Nesta semana o Observatório Social de Brusque apresentou ao presidente da Câmara de Brusque, Jean Pirola, uma proposta que tem como objetivo proibir tal ação.

Percebe-se por parte da sociedade civil, principalmente nas redes sociais, uma demanda que repreende que o vereador eleito assuma um cargo no executivo. Com a tecnologia cada vez mais na “palma da mão”, a sociedade está mais informada e vigilante, acompanhando passo a passo o histórico de seus governantes. Nos parece que alguns políticos não estão enxergando esta realidade.

O voto que outrora era esquecido, agora é lembrado e cobrado. Cabe ao vereador não somente se atentar à legalidade, mas também ao que é Ético e Moral perante o seu eleitor e sociedade. O vereador é eleito (além de legislar) pela sociedade para fiscalizar o poder Executivo, ou seja, recebe o aval de confiança de um grupo de pessoas para tal. Por qual motivo deixar esta parcela da população sem respostas?

No ano de 2016 a Câmara de Piçarras, no Litoral Norte, se tornou a primeira casa legislativa a aprovar tal medida. Esperamos que nossos vereadores sigam este caminho, valorizem os votos da sociedade e cumpram suas funções pensando na mesma.

 

Claudemir Marcolla

 

Deixe sua opinião