Taxa de ocupação de hotéis tem sensível aumento na Grande Florianópolis

Apesar de leve acréscimo em relação ao mesmo período do ano anterior (0,09%), a taxa de ocupação dos hotéis da Grande Florianópolis no mês de novembro não condiz com a realidade do setor na região. Segundo Estanislau Bresolin, presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (SHRBS), o resultado é puxado somente pelos estabelecimentos das termas (22,38%) e timidamente pelas empresas do centro da cidade (1,87%). “Não fossem esses números, certamente teríamos um declínio significativo, já que nas praias e no continente os resultados foram negativos”, afirma.

A previsão é de um bom desempenho na temporada, que começa a receber turistas de diversos estados brasileiros e outros países, principalmente os vizinhos da Argentina. “Precisamos torcer também para que os gargalos dos anos passados sejam ao menos diminuídos”, aponta Bresolin. A média geral ponderada realizada pelo SHRBS abrange como amostra 5185 apartamentos da rede hoteleira. Destes, estavam ocupados em novembro 3040 unidades.

Deixe sua opinião