Suspeito de homicídio de argentino é preso pela Polícia Civil

A Polícia Civil de Santa Catarina por meio da DIC  de São José (Divisão de Investigação Criminal) com o apoio da DIC de Palhoça,  prendeu no início da noite de quinta-feira, 14, o principal suspeito do homicídio praticado contra o argentino Gustavo Bergonzi.

No dia 12 de março, o corpo da vítima foi encontrado em sua residência com evidências de extrema violência. A Polícia Civil constatou que a vítima tinha partes do corpo mutilados e o local apresentava sinais de luta corporal. Nas paredes, com o sangue da vítima, foram feitas inscrições assemelhadas a uma estrela de David.

Não obstante o crime ter ocorrido há pelo menos 48 horas da prisão do suspeito, a Polícia Civil trabalhou diuturnamente no sentido de identificar o autor , com incursões diárias e ininterruptas em várias regiões da Grande Florianópolis. Identificado o autor, esta Divisão recebeu a informação que o suspeito estaria escondido em Palhoça e planejando uma fuga.

De posse da informação foi montado operação policial e preso em flagrante R.K, de 25 anos,tendo o pedido de conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva encaminhado ao Poder Judiciário . No local da prisão foram encontrados objetos que comprovam a participação do suspeito.

Deixe sua opinião