STF MANTÉM RENAN NO SENADO

Por seis votos a três, ministros do Supremo Tribunal Federal mantiveram Renan Calheiros na presidência do Senado.

Mas, o STF o retirou da linha sucessória da Presidência da República. Na sessão de hoje (7), foi analisada apenas a decisão liminar relacionada a Renan Calheiros. Ao final do julgamento, a presidente do STF, Cármen Lúcia, criticou a recusa de Calheiros em assinar a notificação e assim, se afastar do comando do Senado, como havia sido determinado por Marco Aurélio Mello.

Dar as costas a um oficial de Justiça é dar as costas ao Poder Judiciário, argumentou: “Ordem judicial há de ser cumprida. E há de ser cumprida para que a gente tenha a ordem jurídica prevalecendo e não o voluntarismo de quem quer que seja. Ordem judicial pode ser discutida, é discutida, há recursos – e no Brasil, excesso de recursos – para que isso possa acontecer.”

Deixe sua opinião