Sicredi Região da Produção faz projeções positivas para a cooperativa em 2017

Presidente da entidade afirma que apesar de 2016 ter sido um ano de adverso cenário econômico, o crescimento continua com bom ritmo

Com um planejamento estratégico definido, o presidente da Sicredi Região da Produção Saul João Rovadoscki, afirma que apesar de 2016 ter sido um ano de cautela e adverso cenário econômico do Brasil, a Sicredi Região da Produção continua a crescer com um bom ritmo. Tudo isso se deve, segundo ele, a forma de trabalhar baseada na cooperação e por ter o associado como parceiro da cooperativa de crédito.

Com um quadro de associados em ampla expansão e fortalecida pelo modelo cooperativista, a cooperativa comemora também a inauguração de sua nova sede administrativa, em Sarandi/RS, prevista para o primeiro semestre deste ano para ampliar ainda mais a excelência no atendimento aos associados.

No ano de 2016, a Sicredi Região da Produção comemorou 33 anos de instituição. Como o senhor vê o crescimento e fortalecimento da cooperativa desde sua implantação?

Saul Rovadoscki – A Sicredi Região da Produção foi constituída em uma época em que as pessoas não tinham conhecimento sobre cooperativas de crédito e não acreditavam que um grupo de pessoas da região pudesse constituir e administrar uma instituição financeira. Porém, aos poucos, as pessoas aderiram à ideia devido à credibilidade e liderança do grupo que tomou tal iniciativa. Devido a um trabalho bem estruturado, com pensamento a longo prazo, o crescimento se deve pela forma de constituição e de administração da Cooperativa, pensada de forma democrática por pessoas da região onde atua e que conhecem a realidade regional e a necessidade dos associados. Por meio de uma governança consolidada, trabalhamos de forma sistêmica integrada e solidária, prestando conta para o quadro social com total transparência e priorizando a segurança do empreendimento com a prática dos valores do cooperativismo, tornando assim, um empreendimento sustentável, seguro e com credibilidade.

Como o senhor avalia a atuação da Sicredi em 2016?

Rovadoscki – Apesar do adverso cenário econômico do Brasil, a nossa Cooperativa continua com um bom ritmo de crescimento em todos os produtos e serviços, dando destaque na captação de recursos (Sicredi Invest, poupança e crédito comercial e rural), buscando sempre atender seu quadro social em suas necessidades. Devido a este cenário, porém, temos agido sempre com muita cautela e procuramos ser um consultor do associado, oportunizando a ele um retorno econômico em conjunto com a Cooperativa.

Houve crescimento do quadro social e operações de crédito neste ano? A que o senhor atribui isso?

Rovadoscki – Diariamente temos ingresso de novos associados, sendo que no mês de novembro ultrapassamos 50 mil associados na Cooperativa. A carteira de crédito, tanto comercial como rural, teve um crescimento significativo, demonstrando que mesmo em momentos de crise, as Cooperativas de crédito que estiverem bem estruturadas em sua gestão, terão uma maior aceleração no seu crescimento. Tudo isso se deve a forma como trabalhamos, sempre próximos dos associados e entendendo as necessidades deles, que também são os donos do negócio. Para nós, o associado não é somente um número, ele faz parte de todo o desenvolvimento da Cooperativa e, por isso, somos uma sociedade de pessoas para pessoas e procuramos sempre praticar os valores da cooperação.

Quais os diferenciais que o Sicredi trouxe para se fortalecer mesmo em meio das instabilidades do cenário econômico que este ano apresentou?

Rovadoscki – A nossa forma de trabalhar é baseada na cooperação e justamente por pensarmos no associado como parceiro do nosso empreendimento é que conseguimos ter uma proposta de valor sólida e sustentável, mantendo as operações crescentes durante um ano tão turbulento em nossa economia. Nossas práticas, baseadas na simplicidade, na proximidade com os associados e na agilidade de atendimento são o diferencial frente a outras instituições financeiras.

Quais novidades que a Sicredi prepara para o ano de 2017?

Rovadoscki – Definimos nosso planejamento estratégico para 2017 e, por meio de uma leitura minuciosa do cenário econômico que vive o país hoje, projetamos uma evolução em todas as áreas, buscando um crescimento no mercado financeiro regional. Somos uma instituição financeira que se preocupa com o desenvolvimento da região e estamos trabalhando diariamente para atingirmos os melhores resultados. Um marco histórico para 2017 será a inauguração da nossa nova sede administrativa em Sarandi/RS, buscando dar condições para que os colaboradores consigam prestar um atendimento de excelência para os associados.

Deixe sua opinião