Segundo boletim médico, Jakson Follmann não tem previsão de alta

Em Chapecó, goleiro da Chape passará por cirurgia no tornozelo esquerdo. Depois, ele retorna a São Paulo para colocação de prótese na perna amputada

Em boletim de saúde divulgado nesta segunda-feira (2), médicos afirmaram que o goleiro Jakson Follmann passou bem as últimas 72 horas, mas não há previsão de alta hospitalar. Ele ainda está sendo medicado e tem procedimento cirúrgico marcado para estabilizar a articulação do tornozelo esquerdo. Follmann é o último dos sobreviventes brasileiros do acidente com o avião da Chapecoense que ainda está internado.

Segundo o boletim, ele não teve intercorrências clínicas. Está estável. A cirurgia no tornozelo esquerdo visa limitar os movimentos do local devido a perda de um dos ossos, o que será importante na sua recuperação. A perna direita foi parcialmente amputada e receberá uma prótese. O goleiro foi procurado pelo comitê paralímpico brasileiro.

Os outros sobreviventes do acidente já receberam alta. Após passarem pelo Hospital da Unimed em Chapecó, o lateral Allan Ruschel e o zagueiro Neto já estão com suas famílias e falam em voltar a jogar futebol. Ambos manifestaram desejo de permanecer no clube. O radialista Rafael Henzel voltou para casa no último dia 19.

Deixe sua opinião