Secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte toma posse na Capital

Cerimônia acontece no dia 17. Leonel Pavan iniciou os trabalhos na pasta nesta segunda-feira (9)

A posse do novo secretário estadual de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan, será na próxima terça-feira (17), às 10h30min, no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis. Também serão empossados o novo presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Rodolfo Pinto da Luz, e da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), Erivaldo Nunes Caetano.

Leonel Pavan iniciou os trabalhos à frente da pasta nesta segunda-feira (9), no retorno do recesso de fim de ano do Poder Executivo. No primeiro dia, reuniu-se com membros da nova equipe, atualizou-se sobre a situação financeira do órgão e atendeu jornalistas.

Para o novo secretário, é motivo de muita alegria estar à frente da secretaria. De acordo com Pavan, Santa Catarina possui uma enorme diversidade de atrativos, é um estado riquíssimo em patrimônio cultural, histórico, gastronômico e natural e que precisa ser valorizado com inovação e criatividade. “É preciso valorizar o que temos e inovar com criatividade no turismo, na cultura e no esporte. Santa Catarina é um estado que serve de exemplo para o país e, de nossa parte, não faltará empenho e trabalho”, afirmou.

Perfil de Leonel Pavan

Filho de Rodesindo e Rosina Pavan, nasceu em Sarandi, no Rio Grande do Sul, em 7 de setembro de 1954. Na infância, a família mudou-se para Santa Catarina, fixando residência no município de Ponte Serrada e, posteriormente, em Balneário Camboriú. Pavan é casado com Maria Bernadete Pavan e pai de dois filhos: Juliana Pavan e Leonel Júnior Pavan.

Carreira política

A carreira política começou em Balneário Camboriú, onde Pavan foi o vereador mais votado de sua legenda no ano de 1981. Venceu a eleição para prefeito, em 1988.

Em 1994, foi o deputado federal mais votado da Frente Popular em Santa Catarina. Em 1996, disputou e venceu nova eleição municipal que o levou ao segundo mandato frente à prefeitura de Balneário Camboriú, cujo trabalho em prol da modernização e estímulo ao setor turístico, acompanhado de forte investimento no setor social, saúde, educação e infraestrutura, garantiu sua reeleição para o terceiro mandato municipal, no pleito do ano 2000, com um dos maiores índices percentuais de aprovação do eleitorado no Estado.

Nas eleições de 2002, Pavan decidiu por um desafio maior e, com o apoio da sociedade catarinense, chegou ao Senado Federal com quase um milhão de votos.

Em 2006, se elegeu vice-governador do Estado e assumiu o governo em 2010. Em 2014, elegeu-se deputado estadual.

Leonel Pavan também é presidente do Parlasul da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) e vice-presidente Bloco Brasileiro da União dos Parlamentares do Mercosul (UPM).

Deixe sua opinião