Secretaria de Saúde alerta para cuidados após enchente

A secretaria de Saúde de Brusque, após a enchente desta quinta-feira (5), informa que é de fundamental importância a observação de determinados cuidados com a água alimentos e  que as pessoas irão consumir, além da própria saúde.
Ainda, cabe orientações sobre doenças e males que podem aparecer em decorrência das águas sujas, e do processo de limpeza após os alagamentos. O secretário de Saúde, Humberto Fornari, esclarece à população, especialmente, sobre os encaminhamentos necessários. “Nesse momento de limpeza é necessário o uso de equipamentos que ajudem a prevenir possíveis problemas, como botas, luvas e até máscaras. Sabemos que nesse momento difícil o brusquense busca fazer o melhor, mas é necessário faze com segurança”, disse.
Pessoas que tiveram machucados e contato com a água e a lama, devem procurar a Unidade de Saúde para atualizar a dose da vacina antitetânica, caso já tenham passado 10 anos da última vacina. Não há vacinas preventivas de doenças relacionadas com enchentes, cabe à população tomar os cuidados necessários para evitá-las.
Leptospirose 
A leptospirose é causada por uma bactéria presente na urina de ratos, que pode ser adquirida por meio da exposição a enchentes, alagamentos, lama ou coleções hídricas que estejam contaminadas.
Quem apresentar qualquer sinal ou sintoma como: febre de início súbito, mialgias (dor no corpo), cefaleia (dor de cabeça), mal estar e/ou prostração (cansaço), associados a um ou mais dos seguintes sinais e/ou sintomas: náuseas e/ou vômitos, calafrio. Encaminhar-se à Policlínica ou ao Hospital Azambuja para avaliação médica.
Veja algumas recomendações:
1) Se a residência for abastecida com água do sistema público de abastecimento e não houve nenhum alerta por parte do SAMAE e/ou da Vigilância Sanitária Municipal, significa que a água encontra-se em condições adequadas para o consumo;
2) Se a água utilizada for proveniente de poço, fonte, rio, riacho, açude, barreira, ou outros deverá ser realizada a fervura e tratamento da mesma com adição de hipoclorito de sódio a 2,5%, nas dosagens especificadas no quadro abaixo, deixando a água descansar por 30 (trinta) minutos após a adição do hipoclorito, para eliminação das bactérias.

Volume de água

Hipoclorito de sódio a 2,5%

Tempo de contato

Dosagem

Medida prática

1.000 litros

100 ml

2 copinhos de café (descartáveis)

30 minutos

150 litros

15 ml

1 colher de sopa

20 litros

2 ml

40 gotas

1 litro

0,1 ml

2 gotas 
OBS1: Em casos de água turva: ferva a água por 15 minutos, deixe a água esfriar, acrescente o hipoclorito no dobro das medidas da tabela acima e aguarde 30 minutos antes de consumi-la.
OBS2: Recomenda-se não fazer a desinfecção da água para consumo humano com água sanitária, pois esse produto pode conter outras substâncias prejudiciais a saúde.
A população deve cuidar também com encostas e barrancos e acionar a Defesa Civil, fones: 3396-7459 ou 199 – em qualquer ameaça de desmoronamento ou deslize de terra.

Deixe sua opinião