Rede Sindical da Indústria

A Confederação Nacional da Indústria – CNI, realizou na tarde de hoje, 7, através de uma vídeoconferência para todo o Brasil, o primeiro Diálogo da Rede Sindical, com o tema: “Perspectivas para a Indústria em 2017: cenários econômicos e político”.

Em Brusque, o encontro foi coordenado pelo vice-presidente regional da FIESC para o Vale do Itajaí Mirim, Ingo Fischer, que também é presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas. Estiveram presentes ainda, o presidente do Sifitec, Marcus Schlosser; o vice-presidente do Sinduscon, Ademir  José Pereira e representantes de empresas associadas ao sindicato metalúrgico.

O objetivo do Diálogo foi consolidar o alinhamento entre todas as entidades, no que diz respeito às prioridades da agenda da indústria, garantindo um melhor aproveitamento do tempo e das informações compartilhadas. Foi avaliado o cenário econômico e político brasileiro e apresentado sugestões para que a indústria retome seu crescimento.

“A indústria precisa estar atualizada e necessita de incentivos para crescer novamente, gerando assim, emprego e renda e fazendo com que o país volte a ter competitividade”, disse Ingo Fischer.

O Diálogo foi aberto pelo diretor de Políticas e Estratégia da CNI, José Augusto Coelho Fernandes, que também fez um balanço das oportunidades para atuação coletiva das entidades. A apresentação do cenário econômico foi discutido pelo gerente-executivo de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco; o cientista político Luciano Dias, diretor da CAC Consultoria Política traçou um panorama do cenário político e a gerente-executiva de Desenvolvimento Associativo da CNI, Camilla Cavalcanti divulgou as ações planejadas para a Rede Sindical da Indústria em 2017.

Deixe sua opinião