Pseudogota: problema que afeta articulações em pessoas idosas

A pseudogota é uma forma de artrite provocada pelo depósito de cristais de pirofosfato de cálcio nas articulações. A justificativa para o termo está relacionada às crises inflamatórias que são similares às da gota (doença caracterizada pela elevação de ácido úrico no sangue, levando a um depósito de cristais de monourato de sódio nas articulações).

O médico ortopedista e traumatologista Joaquim Reichmann explica que o problema é causado por depósitos de cristais compostos de pirofosfato de cálcio em tecidos do corpo humano, especialmente nas cartilagens. Na maioria dos casos, a formação de cristais acontece sem uma razão específica. Além disso, podem ser associadas às patologias da tiróide e/ou das glândulas paratireoides.

O diagnóstico é feito com exame de pesquisa de cristais no aspirado de líquido sinovial (de dentro da articulação) e radiografias que mostram imagem de calcificações em tecidos moles (condrocalcinose).

Segundo Reichmann, a doença é comum em idosos. A prevalência é de aproximadamente 3% após os 60 anos e afeta cerca de 50% aos 90 anos. Com frequência ocorrem ataques agudos que podem permanecer por semanas nos joelhos. Também há possibilidade de depósitos cristalinos que contribuem para uma forma severa de degeneração articular que resulta em incapacidade definitiva. Para encurtar o período de dor e a degeneração, o tratamento da fase aguda é feito com o uso de antiinflamatórios não hormonais e/ou corticosteroides.

Deixe sua opinião