PROJETO DE LEI OBRIGA INSTALAR ALARME DE PÂNICO EM TRANSPORTE INTERMUNICIPAL

A Assembleia Legislativa aprovou terça-feira (13) projeto de lei do deputado Jean Kuhlmann que estabelece a instalação de alarme de pânico nos veículos do transporte público de passageiros intermunicipal.

O projeto segue para a sanção do governador Raimundo Colombo. Caso sancionado, será lei vigente em todo o Estado de Santa Catarina. De acordo com a proposta, os ônibus do transporte público que circulam com passageiros entre municípios do Estado terão que estar equipados com o alarme.

O dispositivo de segurança irá contactar a Polícia Militar em caso de necessidade. Ele será acionado pelo motorista ou pelo cobrador e, conectado ao Centro de Operações da PM, comunicará em tempo real a ocorrência e a localização precisa do veículo, através do Sistema de Posicionamento Global (GPS). Um adesivo externo será afixado nos veículos dotados do alarme, com os seguintes dizeres: “veículo monitorado pela Polícia Militar”.

Ainda de acordo com o projeto, os efeitos da lei entram em vigor um ano após sua publicação. “É um dispositivo simples, mas que vai trazer maior proteção e segurança aos passageiros, motoristas e cobradores, e irá inibir ações criminosas no transporte coletivo intermunicipal”, afirma Jean. O alarme de pânico servirá ainda para levantamento de dados quantitativos sobre locais de maior incidência de violência. Com os dados em mãos, a própria PM poderá praticar ações preventivas.

Deixe sua opinião