Professores auxiliares tiveram direito a diferença do piso do magistério não pagos em 2015

Em 2015, a categoria dos professores auxiliares, que recebem como vencimento básico o Piso do Magistério, não tiveram o valor corrigido no mês de janeiro daquele ano, vindo a receber o piso somente no mês de março.
O SINSEB entrou na justiça demonstrando o não pagamento do piso nacional nos meses de janeiro e fevereiro, e a prefeitura, através da Procuradoria, reconhecendo o erro do setor de Recursos Humanos, procedeu no mês de abril o pagamento retroativo na folha de pagamento de todos os servidores professores auxiliares.
É o SINSEB sempre atento aos reclames e direitos dos servidores públicos.

Deixe sua opinião