POLICIAL MILITAR SALVA BEBÊ DE 45 DIAS POR TELEFONE EM BRUSQUE.

O inicio da noite desta quarta-feira (16), seria mais um dia normal para a Cabo Roberta da Silva do 18º Batalhão de Polícia Militar, Brusque, que é operadora do Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM), quando por volta das 18h37, ao receber a primeira ligação de seu turno de serviço, uma mãe em prantos desesperadamente pediu-lhe ajuda, pois seu bebê de 45 dias havia se engasgado com a mamadeira, que a rua onde morava no bairro Zantão estava alagada e interditada e não tinha como deslocar-se ao hospital e seu bebê estava desacordado.  

       Momento árduo para a Cabo Roberta que também é mãe. Imediatamente, com calma a policial, deixando de lado a emoção e com a razão acalmou a mãe aflita, repassando os procedimentos para a desobstrução do sistema respiratório do bebê, pedindo que fizesse tudo o que ela estava orientando. Enquanto a cabo Roberta orientava a mãe aflita pelo telefone, com o auxílio da cabo Juliane Belli, também operadora do Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM), acionaram a ambulância do Corpo de Bombeiros, repassando para a guarnição do Bombeiros em deslocamento via rádio o que estava ocorrendo no local e a Cb Roberta com a mãe ao telefone verificando se a criança teria voltado a respirar. Foram momentos de grande angustia, mas a cabo Roberta manteve-se calma e buscou acalmar a mãe, momento em que a mesma lhe disse “ Esta voltando a respira, está respirando”, momento de um alívio muito grande e alegria para a operadora do COPOM, que agora com emoção orientou mais uma vez a  mãe a aguardar a guarnição do  Corpo de Bombeiros que logo chegou ao local e conduziu o bebê ao hospital de Azambuja, para atendimento onde foi examinada e passa bem.

          Para a cabo Roberta fica mais uma vez o sentimento de dever cumprido, “Ao sai do meu turno de serviço, irei visitar este anjo que reviveu” comentou.  

Deixe sua opinião