Polícia Militar prende 14 pessoas por “farra do boi”

No período de 1º de janeiro até a manhã desta segunda-feira, 2, foram geradas pela Polícia Militar 117 ocorrências de farra de boi no Estado, das quais 27 foram confirmadas. As ações da PM resultaram na prisão de 14 pessoas envolvidas no crime e na apreensão de 21 bois.

Entre as 27 ocorrências confirmadas, com indícios concretos de que havia ocorrido e/ou estava ocorrendo a “farra”, 11 delas foram resolvidas no local, ou seja, nesses casos não ocorreu prisão de pessoas, confronto com “farristas” ou apreensão de bovinos. Já em seis ocorrências, houve confronto; em 12 teve apreensão de bois e em cinco casos houve prisão de pessoas.

As ocorrências foram registradas nos seguintes municípios:

Em comparação com 2017, houve um aumento na quantidade de ocorrências confirmadas de 18,64% para 23,08%. Da mesma forma, aumentou a quantidade de ocorrências geradas, foram 59 em 2017 para 117 neste ano.

O maior aumento foi na quantidade de bois apreendidos, de três em 2017 para 21 em 2018. A quantidade de pessoas presas também chamou a atenção, já que em 2017 ninguém foi conduzido, e neste ano foram 14 prisões.

Os dados do relatório da Agência Central de Inteligência (ACI) da Polícia Militar são com base no Sistema de Atendimento e Despacho de Emergências (Sade). Todas as ocorrências geradas foram lidas e analisadas por integrantes da ACI, e as ocorrências geradas em duplicidade foram desconsideradas.

Entre as ocorrências de farra do boi, uma delas resultou na morte de um homem de 37 anos, em Governador Celso Ramos. Durante a prática do crime no dia 9 de março, ele foi ferido gravemente e permaneceu Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional de São José por mais de uma semana, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no dia 18 de março.

Deixe sua opinião