Polícia Civil prende quatro pessoas por fraude em Concurso Público no Oeste do Estado

O concurso era para a prefeitura de Jardinópolis. Com os suspeitos foram encontrados pequenos pedaços de papel contendo as respostas

A Polícia Civil dos municípios de Coronel Freitas e de Jardinópolis, com apoio de policiais da Comarca de Chapecó, prendeu quatro pessoas (dois homens e duas mulheres), na manhã deste domingo (29), suspeitas de fraudar o concurso público para as vagas de cinco cargos como Odontológico, Psicólogo, Assistente Social, Monitor de Informática e Professor, da Prefeitura de Jardinópolis, no Oeste do Estado. A prisão ocorreu logo após a realização das provas, ao serem flagradas com pequenos pedaços de papel, anotações, contendo as respostas do certame público.

A Polícia Civil, através do Setor de Investigação, da Comarca de Coronel Freitas, coordenada pelo Delegado Vagner Tiago Papini, após receber informações dando conta da fraude, identificou as pessoas que seriam agraciadas, de forma prévia, com o gabarito oficial do certame, proporcionando elementos ao Delegado responsável para representar pela expedição de mandados judiciais com a finalidade de constatar a materialidade do crime. “Uma operação sigilosa, envolvendo cerca de 10 policiais civis, foi realizada, resultando na prisão das pessoas, já que com eles foram encontrados pedaços de papel contendo as respostas do processo seletivo. As duas mulheres, que estavam com os papéis guardados no bojo do sutiã, foram revistas por policiais civis femininas. Diante da utilização indevida de conteúdo sigiloso, a Polícia Civil deu voz de prisão aos candidatos flagrados e os conduziu à Central de Plantão de Chapecó para as providências legais”, explica o Delegado.

De acordo com o Delegado, as investigações prosseguem no sentido de identificar e prender os demais envolvidos na fraude. “Com isso, acabou por prejudicar muitas pessoas de boa fé que investiram tempo e dinheiro almejando à justa aprovação em um certame público”, concluiu.

Deixe sua opinião