Polícia Civil combate a caça ilegal e tráfico de animais silvestres

A Polícia Civil, por meio da DIC de Joinville (Divisão de Investigação Criminal) e da DRCA (Divisão de Repressão a Crimes Ambientais), deflagrou ao longo do mês de março a operação “Free Bird” de combate à caça ilegal e  tráfico ilícito de animais silvestres. Durante a operação foram apreendidas 44 aves da fauna silvestre, 57 gaiolas e 10 armadilhas destinadas à caça ilegal.

As prisões e apreensões foram realizadas nos bairros Jardim Paraíso, São Marcos, Aventureiro, Morro do Meio e Fátima. Da mesma forma, seis pessoas foram autuadas em flagrante pela prática do crime ambiental, cuja pena varia de seis meses a um ano de detenção e multa. Outras três pessoas foram indiciadas pela prática do crime de receptação qualificada, cuja pena pode variar de três a oito anos de reclusão e multa.

Os procedimentos investigativos serão encaminhados à 21ª Promotoria de Justiça de Joinville, órgão responsável pela análise dos casos e a elaboração das possíveis denúncias contra os investigados. Segundo o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente), o tráfico de animais silvestres é considerado a terceira maior atividade ilegal do mundo, logo após o tráfico de armas e drogas.

aves silvestres 07.03

Deixe sua opinião