PMDB recebe ‘recado’ vindo de presídio

A vida tem fases difíceis e o mundo dá voltas. O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, está desesperado e muito abalado com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de manter a sua #Prisão preventiva, indo de acordo com as decisões do juiz federal Sérgio Moro. Pessoas próximas de Cunha declararam que ele vive chorando e está vivendo um sentimento de abandono por ter sido usado pelo #PMDB.

Cunha comentou que ele foi a peça fundamental para que ocorresse o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e consequentemente a viabilização do governo de Michel Temer. De acordo com informações, o ex-deputado afirma que todos lutaram juntos para acabar com a corrupção do PT que dizimava o Brasil, mas depois ele foi esquecido e abandonado.

A jornalista Débora Bergamasco conversou com o ex-deputado na prisão e disse que ele está revoltado e passa o tempo inteiro chorando. “É um choro de revolta e não de tristeza”, afirma a jornalista.

Deixe sua opinião