Número de mulheres cooperadas teve aumento de mais de 300% em Santa Catarina

‘Observamos que estamos indo pelo caminho certo e que cada vez mais mulheres se destacam em cargos de lideranças, na presidência e nos Conselhos’, diz presidente da Ocesc

Neste dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, o cooperativismo catarinense tem muito para comemorar. Em apenas 10 anos, o número de mulheres cooperadas teve um aumento de mais de 300%: passou de 175.433, em 2006, para 704.277, em 2015. Na história do movimento, a busca pela igualdade de gênero sempre esteve presente, enraizada em seus princípios de adesão voluntária e livre e gestão democrática.

Apoiado pela Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc), dois anos após a constituição, o Sescoop/SC já organizava o seu primeiro Encontro Estadual de Mulheres Cooperativistas, evento que é até hoje o marco do reconhecimento do trabalho desempenhado pelas mulheres no desenvolvimento de suas cooperativas.

“A trajetória cooperativismo no Estado, que cedo reconheceu a importância da mulher para o futuro das cooperativas, é o responsável pela evolução dos números de participação das mulheres. Sabemos que muito ainda tem que ser feito, mas observamos que estamos indo pelo caminho certo e que cada vez mais mulheres se destacam em cargos de lideranças, na presidência e nos Conselhos, tanto de suas cooperativas, quanto do Sistema Ocesc”, avalia Luiz Vicente Suzin, presidente da Ocesc e do Sescoop/SC.

Deixe sua opinião