NEM MESMO A CHUVA IMPEDE MOBILIZAÇÃO POPULAR A FAVOR DE PAULO ECCEL

Na noite chuvosa de sexta-feira (27), um grande número de pessoas saiu de suas casas e foram até a Praça do Sesquicentenário para participar do Ato denominado De Mãos Dadas Pela Justiça – Somos Todos Brusque!

O ato foi organizado e executado em menos de 48 horas e, nem mesmo a chuva foi capaz de impedir o apoio daqueles que confiam e se solidarizaram com o prefeito de Brusque, que foi eleito pelo voto popular. Além da população, estiveram presentes várias lideranças políticas do cenário municipal, estadual e federal, que vieram para a cidade de Brusque trazer o apoio e fazer com que a população entenda a manobra jurídica que foi feita de forma única na história dos julgamentos eleitorais em todo país.
A cassação dos direitos políticos de Paulo Eccel, por decisão dos ministros do TSE, não tiveram o mesmo entendimento em dois outros julgamentos idênticos, que ocorreram anteriormente a data em que Eccel foi julgado. O prefeito de Chapecó, José Caramori e o prefeito de Joinville, Carlito Merss, foram julgados pela mesma situação que Paulo Eccel. Propaganda institucional.
O sentimento popular é de indignação e revolta com a atitude dos ministros do TSE que tiveram o mesmo entendimento dos membros julgadores do TRE-SC.

No campo jurídico ainda segue a batalha entre a permanência ou a saída de um prefeito que em mais de seis anos nunca teve uma conta rejeitada pelo Tribunal de Contas do Estado, mas tanto políticos quanto população estranham a forma como aconteceu o julgamento.

Deixe sua opinião