Ministério da Integração reconhece emergência em cinco municípios catarinenses

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) do Ministério da Integração Nacional reconheceu a situação de emergência em cinco cidades catarinenses. São elas: Alfredo Wagner, Laguna, Lauro Muller e Rancho Queimado devido à inundações, e Blumenau, devido ao risco de deslizamento do solo. O reconhecimento, com vigência de 180 dias, permite ao município ter acesso a recursos rapidamente. A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (3).

Para ter acesso a recursos emergenciais, a administração pública deve apresentar o Plano Detalhado de Resposta (PDR), por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID), disponível no endereço eletrônico www.mi.gov.br/defesa-civil/s2id. Após a análise por equipes da Sedec, o Ministério da Integração Nacional define o valor do recurso a ser disponibilizado para ações emergenciais.

A lista completa inclui outros municípios atingidos. O reconhecimento federal é decorrente do período de seca e estiagem em Viçosa (AL), Antas (BA), Curaçá (BA), Baixa Grande (BA), Palmas de Monte Alto (BA) e Brasília; deslizamento de solo em Blumenau (SC); chuvas intensas, inundações e enxurradas em Cruzeiro do Sul (AC), Vespasiano (MG), Conselheiro Mairinck (PR), Alfredo Wagner (SC), Laguna (SC), Lauro Muller (SC), Rancho Queimado (SC); e de um vendaval em Rosário do Sul (RS).

Deixe sua opinião