Marcelo Odebrecht confirma que Lula é o “amigo” das planilhas

Marcelo Odebrecht  teria confirmado, em sua delação premiada, que LULA  é o “amigo” ou “amigo de EO” que aparece nas planilhas da empresa. A informação é da colunista Vera Magalhães , do Estadão.

Segundo ela, procuradores que acompanharam a delação afirmam que as revelações são “arrasadoras”, o que explica a pressa do petista em lançar sua candidatura à presidência.

Em um documento do Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, “amigo” é destinatário de R$ 23 milhões. Em relatório, a Polícia Federal, que já tinha feito a ligação, afirma que, do total, R$ 8 milhões foram “debitados do ‘saldo’ da ‘conta-corrente da propina’ que correspondia ao agente identificado pelo codinome de Amigos”.

De acordo com Magalhães, Marcelo descreve a amizade entre Lula e o pai, Emílio Odebrecht, como um estorvo, já que ele cederia demais aos pedidos do então presidente.

A delação de Marcelo ainda seria o fim da linha para outros dois homens fortes do governo Lula, Antonio Palocci e Guido Mantega.

A colunista cita a declaração de um integrante do Ministério Público: “os dois morrem”. Segundo ele, o “Italiano” não terá outra saída exceto fechar um acordo com a Justiça para entregar outros nomes envolvidos no esquema.

Deixe sua opinião