Inscrições para vestibular de Medicina encerram na próxima semana

Ainda dá tempo de concorrer a uma vaga para o curso de Medicina da UNIFEBE. As inscrições pelo Vestibular Acafe terminam na segunda-feira, 8 de outubro, e podem ser realizadas pelo site unifebe.edu.br. São ofertadas 40 vagas.

Com o propósito de formar médicos humanistas, aliando inovação científica ao conhecimento, o curso de Medicina da UNIFEBE é baseado no Método PBL — Problem Based Learning ou Aprendizagem Baseada em Problemas. O coordenador do curso, o neurocirurgião Osvaldo Quirino de Souza, explica que o método é inovador e busca introduzir o aluno mais precocemente no contato com os problemas clínicos diários que enfrentará na sua vida profissional.

— Desde o primeiro ano o acadêmico terá contato com o paciente, tudo isso com supervisão, carga teórica e apoio tecnológico. Porém, o método tradicional, que é o aprendizado da anatomia, da fisiologia, da biologia, da genética e todas as ciências básicas também fazem parte da grade curricular de ensino — afirma.

O curso terá duração de seis anos. Os alunos estudarão conteúdos voltados às disciplinas introdutórias à Medicina nos dois primeiros anos e no período intermediário o estudo é destinado ao desenvolvimento de habilidades clínicas e cirúrgicas. Já nos anos finais os estudantes passarão pelo internato, ou seja, por estágios supervisionados em hospitais, ambulatórios, Unidade Básica de Saúde (UBS) e serviços de urgência e emergência: trabalharão na prática com a Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria, Psiquiatria e Geriatria.

Desenvolvimento regional

Segundo o coordenador, o curso de Medicina da UNIFEBE trará desenvolvimento humano, social cultural e econômico para a região de Brusque (SC).

— É um projeto grandioso, desafiador, enriquecedor, que difunde a saúde, o bem-estar e promove melhorias sociais e econômicas. Todo entorno desse curso trará progresso para todos nós — enfatiza Souza.

Para o coordenador adjunto de Medicina da UNIFEBE, Antônio de Pádua Santos Lanna, o curso será um instrumento de transformação da saúde de Brusque e região. Ele observa que interligará os diversos setores do município, tanto da Atenção Básica, quanto secundária e terciária.

— Nosso curso de Medicina é um marco para a região e trará melhoras em todos os níveis da saúde, complementando com uma atenção especializada e de melhor qualidade — salienta Lanna.

Conheça os coordenadores:

Coordenador do curso: Osvaldo Quirino de Souza

É natural de São Jorge do Ivaí (PR), tem 57 anos. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal de Pelotas em 1986, fez Residência Médica no Instituto Nacional de Câncer (Inca) e no Hospital Adventista Silvestre, no Rio de Janeiro. Em 1990 iniciou suas atividades no Hospital Azambuja onde atua nas áreas de Neurologia e Neurocirurgia.

Coordenador adjunto do curso: Antônio de Pádua Santos Lanna

É natural de Belo Horizonte (MG), tem 32 anos. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais em 2013. Fez Especialização em Saúde da Família na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e finalizou a Residência em Clínica Médica, em 2016, pelo Hospital Santa Isabel, de Blumenau (SC). É coordenador da Clínica Médica do Hospital Azambuja, coordenador dos programas de Residência Médica da UNIFEBE.

Deixe sua opinião