Industrial catarinense mantém-se confiante em fevereiro

O Índice de Confiança do Industrial Catarinense (ICEI) manteve-se estável em fevereiro e alcançou 53,8 pontos, pouco acima do registrado em janeiro (53,4 pontos), mostra pesquisa da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc). O cálculo do ICEI é feito por meio da opinião dos industriais sobre as condições econômicas atuais e as expectativas para os próximos meses. O índice varia no intervalo de 0 a 100. Acima de 50 pontos indica confiança e abaixo, falta de confiança na economia.

O resultado de fevereiro é superior ao registrado no mesmo mês de 2016 (38,4 pontos). De acordo com os empresários, as condições atuais ainda não são boas (47,6 pontos), porém a avaliação é menos pessimista do que a observada em janeiro (46,3 pontos). No entanto, as expectativas (56,6 pontos) recuaram em relação a janeiro, o que reforça a necessidade de execução de reformas estruturantes, como a trabalhista e da previdência, avaliam os industriais.

O indicador de confiança da indústria da construção se situou em 45,8 pontos, revelando piora frente ao mês anterior (50,6 pontos), voltando a patamares abaixo dos 50 pontos. O índice da indústria de transformação e extrativa passou de 53,8 pontos em janeiro para 55,4 pontos em fevereiro.

O levantamento foi realizado pela Fiesc em parceria com a CNI entre os dias 1º e 13 de fevereiro. Participaram 189 indústrias de Santa Catarina dos segmentos de transformação, extrativo e construção.

Sondagem da construção: Além da queda na confiança, o índice do nível de atividade da indústria da construção de Santa Catarina atingiu em janeiro 45,2 pontos, contra 40,7 pontos em dezembro, informa a pesquisa da Fiesc. Valores acima de 50 pontos mostram que o nível de atividade é positivo e abaixo, negativo.

O indicador de número de empregados permaneceu praticamente estável ao cair de 41,7 pontos em dezembro para 41,5 pontos em janeiro. Para os próximos seis meses, a projeção do nível de atividades registrou 47,4 pontos, valor maior que os 44,3 pontos registrados em dezembro.

Deixe sua opinião