Homem invade sede do PT em Florianópolis, agride dirigente e destrói equipamentos

A sede do Partido dos Trabalhadores (PT) em Florianópolis foi invadida na tarde de sexta-feira, 29, por um homem ainda não identificado. Segundo a diretoria do partido, o homem aparentava estar “tomado de ódio” e atacou o dirigente municipal que trabalhava no local, além de quebrar parte dos móveis e equipamentos. O caso foi registrado na 5ª Delegacia de Polícia.

Em nota, o PT repudiou “com veemência” a agressão e atribuiu o fato ao “reflexo do ódio disseminado” por setores da sociedade e às “manifestações inconsequentes e fascistas que se verificam nas redes sociais”. O partido afirmou, ainda, que adotará todas as providências e medidas cabíveis nos âmbitos político, criminal e civil.

Confira a nota na íntegra:

NOTA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES DE FLORIANÓPOLIS

Semear e praticar o ódio não é solução para a paz!

No dia de hoje, a sede do Partido dos Trabalhadores de Florianópolis foi alvo de uma investida injustificada. Lamentavelmente e sem qualquer justificativa razoável, um cidadão desconhecido e, aparentemente, tomado de ódio, atacou o dirigente municipal que se encontrava trabalhando no local, agredindo-o fisicamente e produzindo-lhe graves lesões. Não satisfeito, descarregou sua ira quebrando parte dos móveis e equipamentos, inclusive computadores, existentes na instituição.

O Partido dos Trabalhadores de Florianópolis repudia, com todo vigor e veemência, a violência de que foi vítima, com seu dirigente, e atribui conduta delituosa desta dimensão como reflexo  do ódio disseminado por setores irresponsáveis da imprensa, judiciário, ministério público e aparelho policial, bem como manifestações inconsequentes e fascistas que se verificam nas redes sociais, consubstanciando-se em verdadeiro estímulo, incentivo, senão encorajamento, à prática de atos de insensatez e violência, no seio da sociedade.

Ao longo de sua história, o PT, seus dirigentes e militantes, tem buscado a defesa da maioria de nosso povo e a justiça social, sendo incontestável que, ao mesmo tempo, nestes últimos anos, combateu a fome e a miséria, garantiu o pleno emprego, defendeu nossa soberania e elevou o país a patamares impressionantes com os governos Lula e Dilma.

O PT de Florianópolis não se abaterá com violência e ameaças como esta, e, por isso, reitera que prosseguirá firme na Luta em defesa da democracia e do nosso legado, e comunica aos seus partidários e à sociedade em geral que adotará todas as providências e medidas, no âmbito político, criminal e civil em consequência dos inusitados acontecimentos, para que a justiça seja assegurada e punido exemplarmente o delinquente.

Florianópolis 29 de setembro de 2017.

Executiva Municipal do Partido dos Trabalhadores de Florianópolis.

Deixe sua opinião