Governo federal receberá R$ 83,3 milhões com leilão do Aeroporto Hercílio Luz

Suíça Zurich International Airport AG arrematou aeroporto da Capital. Concessão é de 30 anos

Pelo contrato, empresa suíça terá que realizar investimentos na infraestrutura do terminal

Na manhã desta quinta-feira (16), o governo federal decretou o leilão do Aeroporto Hercílio Luz por R$ 83,3 milhões para a empresa suíça Zurich International Airport AG, que opera o terminal de Zurique. O lance inicial era de R$ 53 milhões e a concessão tem prazo de 30 anos. Pelo contrato, a concessionária terá que realizar investimentos na infraestrutura do terminal.

Além do Aeroporto Hercílio Luz, o governo federal leiloou os terminais de Fortaleza, Salvador e Porto Alegre. A União vai arrecadar R$ 1,46 bilhão à vista referente aos lances mínimos e mais R$ 3,72 bilhões durante os períodos de concessões.

O terminal de Florianópolis teve ágio de 58%, que é a valorização do arremate em relação ao lance mínimo. O grupo alemão Fraport AG Frankfurt Airport Services arrematou duas ofertas: o aeroporto de Fortaleza (por R$ 425 milhões, com ágio de 18,5%) e o de Porto Alegre (por R$ 290, 5 milhões, ágio de 852,12%). O aeroporto de Salvador foi arrematado pela francesa Vici Airports, por R$ 660,9 milhões, com ágio de 113%.

“Sucesso o leilão dos aeroportos de Fortaleza, Porto Alegre, Salvador e Florianópolis. Reconquistamos credibilidade no cenário internacional”, disse o presidente Michel Temer, no Twitter.

“Recebemos a notícia com muito otimismo, pois passamos a ter, finalmente, uma perspectiva clara para a modernização e ampliação do aeroporto, uma promessa frustrada desde a primeira estimativa de entrega, que era o ano de 2008”, disse Glauco José Côrte, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc).

“Principal porta de entrada para turistas e empresários, o porte acanhado do atual aeroporto em nada reflete a pujança da economia catarinense”, avalia Ivan Tauffer, presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de SC (FCDL/SC).

Deixe sua opinião