FUNDEMA INICIA A DISTRIBUIÇÃO DE FOLDERS SOBRE COLETA SELETIVA

Com o serviço de coleta seletiva implantado em todos os bairros do município de Brusque há dois anos, o foco das ações desenvolvidas pela Fundação Municipal do Meio Ambiente volta-se agora à comunidade em uma campanha de conscientização que está distribuindo panfletos informativos a todos os moradores da cidade junto às correspondências do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto.
A primeira remessa do material já começou a chegar às casas da população. A bióloga da Fundema, Marília Cercal, revela que a intenção é conscientizar a população, pois apesar de o serviço abranger toda a cidade, apenas 10% dos moradores separam os resíduos orgânicos dos recicláveis. “Para que a coleta seletiva seja eficiente é preciso que a comunidade adquira o hábito de separar seu lixo. É uma tarefa simples que faz toda a diferença no cuidado com o meio ambiente”, acrescenta.
O panfleto entregue nas casas possui informações básicas sobre a importância do engajamento no serviço de coleta seletiva e dicas sobre como otimizar a separação dos resíduos. No site da Prefeitura de Brusque também é possível encontrar a relação completa de ruas e datas em que os caminhões da empresa responsável pelo serviço passa pelas ruas da cidade. Tudo para facilitar a participação da comunidade neste processo.
Para saber mais sobre o serviço, basta entrar em contato com a equipe da Fundema pelo telefone 3355 6193.
Confira abaixo algumas dicas para contribuir com o meio ambiente por meio da coleta seletiva.
– Separe o lixo seco e úmido.
– Lembre-se de passar água nos materiais recicláveis para retirar resíduos, isso evita contaminação e odor forte.
– Na hora de descartar, armazene os materiais adequadamente para economizar espaço e facilitar o transporte.
– Inclua na lista de compras alguns produtos responsáveis.
– Descarte pilhas, baterias, aparelhos eletrônicos e lâmpadas em lugares específicos.
– Cuidado ao descartar o óleo de cozinha. Se ele escorrer pelo ralo impossibilita o tratamento da água que vai para o esgoto.

– O que não vira lixo, como isopor, adesivos, guardanapos, papel higiênico, plásticos laminados, deve ser separado dos orgânicos. 

Deixe sua opinião