FROTA DA SAÚDE ESTÁ EM MÁS CONDIÇÕES, AFIRMA COORDENADOR

“A falta de manutenção ou mesmo a manutenção incorreta de veículos da Secretaria de Saúde tem prejudicado o atendimento à população”, diz matéria encaminhada hoje pela assessoria de comunicação social da Prefeitura de Brusque.

“Uma ambulância e dois veículos de transporte de passageiros estão sem condições de uso por falta de manutenção”. Veículos seminovos (2013-2014) estão parados. Segundo o coordenador de frota da Secretaria de Saúde, Toni Atanásio, a situação é preocupante, devido à demanda.

“Uma única ambulância do Samu trabalhando em Brusque, que veio do ministério da Saúde para ser utilizada em catástrofes e enchentes, está sendo utilizada como veículo principal, já que não há um veículo sobressalente, mas é um veículo que não pode ficar em uso direto, como a viatura principal já foi baixada a mais de um ano e ela está depredada”, disse.

Para recuperá-los, estima Toni que serão gastos cerca de R$ 80 mil por veículo. Há problemas em praticamente toda frota da Secretaria de Saúde: “Não foi feita a manutenção, como uma Livina, que ficou desde o começo de dezembro parada apenas por causa de uma troca de óleo.

Então todos [veículos] têm que fazer manutenção, como troca de óleo, pneus, filtros entre outros. Não tem um veículo que não tem o que fazer. Até os novos veículos, que podem ser que tenham perdido a garantia, porque foram perdidos os prazos”. A Secretaria de Saúde conta com 45 veículos, três estão parados a mais tempo devido à pane mecânica, sem condições de rodar.

Deixe sua opinião