Feriados prolongados vão gerar R$ 9 bilhões em maio

Um estudo do Ministério do Turismo, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), prevê que os feriados prolongados do Dia do Trabalhador (1º/5) e de Corpus Christi (31/5)  irão injetar R$ 9 bilhões na economia brasileira, resultado das cerca de 4,5 milhões de viagens no período. Ainda segundo o levantamento, a folga prolongada que terá maior impacto neste ano será em Corpus Christi, com previsão de 2,4 milhões de viagens.

O estudo analisou a hipótese de as folgas durarem, cada uma, quatro dias, levando em conta que o Dia do Trabalhador cairá na terça-feira e Corpus Christi, em uma quinta-feira. Ainda segundo o estudo, maio será o mês com mais feriados escolhidos para viajar.

“Feriados prolongados são uma maneira de fazer com que o turista viaje mais e conheça diferentes destinos brasileiros, favorecendo a economia local. O valor que será arrecadado comprova que as datas devem ser aproveitadas para ampliar o faturamento no turismo e impactar outras áreas de comércio como transportes e alimentação”, informa o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

Fonte: Ministério do Turismo

Deixe sua opinião