Feira de Empregos movimenta “Comunidade na UNIFEBE” em 30 de junho

Oficinas, atividades culturais e feirão de emprego. Voltada para o tema “empregabilidade” a UNIFEBE realiza no sábado, 30 de junho, o primeiro “Comunidade na UNIFEBE”. O evento será realizado das 13h às 17h com diversas atividades gratuitas. As inscrições devem ser feitas no site da UNIFEBE (http://www.unifebe.edu.br/site/eventos/comunidade-na-unifebe/).

Segundo a coordenadora de Eventos da UNIFEBE, Luana Franciele Fernandes Alves, o evento reforça a essência de universidade comunitária da Instituição.

— É a primeira vez que realizamos um evento deste porte no campus. Teremos diversas oficinas gratuitas, além de atividades recreativas, culturais e o grande diferencial será a feira de empregos — conta.

A pró-reitora de pós-graduação, pesquisa e extensão, Edinéia Pereira da Silva Betta, explica que o evento foi planejado visando beneficiar a comunidade, trazendo oportunidades de emprego e oficinas de aperfeiçoamento profissional.

— Em razão da situação que atravessamos em termos de país, no que se refere ao cenário econômico e social, estaremos trabalhando a questão da empregabilidade. Ofereceremos diversas atividades e serviços, todos gratuitos, também com o apoio de nossas entidades parceiras. Será um momento muito especial, pois mais uma vez estaremos apresentando a nossa identidade, a nossa essência de universidade comunitária — afirma.

Feira de Emprego

Durante o evento, as agências de emprego e parceiros “CIEE Brusque”, “SINE Brusque”, “Tempo e Trabalho”, “SESI/SENAI”, “LIDERHAR”, “GERAR RH” e o “RH UNIFEBE” farão o cadastro dos visitantes, para divulgação e encaminhamento de vagas de estágios e empregos.

Manifesto de Córdoba

O “Comunidade na UNIFEBE” é um evento de extensão. Ao longo dos anos a extensão tornou-se o diferencial das universidades Sul Americanas, e conquistou lugar de destaque ao lado do ensino e da Pesquisa.

— Este evento retrata a identidade da nossa instituição, bem como das próprias universidades Americanas, conquistada a partir do Manifesto de Córdoba (Argentina), que completa 100 anos nesta quinta-feira, 21 de junho. O manifesto trouxe à tona a importância da Extensão para as instituições de ensino superior, que atuavam de acordo com modelos Europeus – fechados no universo acadêmico.  O manifesto foi o ponto de partida para uma universidade aberta para o povo, visando ir além dos seus limites físicos institucionais, atuando com afinco na própria comunidade — explica.

Deixe sua opinião