Fábrica de luminárias artesanais de vidro, em Pomerode, é ligada à rede de gás natural

Novo cliente deve consumir aproximadamente mil m³/dia de gás natural, combustível que permite maior refinamento dos processos industriais

Representantes da SCGÁS, incluindo o presidente Cósme Polêse, foram a Pomerode para acompanhar a ligação do fornecimento de gás natural na Glax Vetreria, fábrica de vidro localizada no centro da cidade. O abastecimento da indústria deve ser iniciado às 14 horas, quando estarão presentes, a equipe do presidente, acompanhada de representantes da Glax, e a equipe operacional da SCGÁS, responsável por realizar o procedimento. O novo cliente deve consumir aproximadamente mil m³/dia de gás natural, combustível que permite maior refinamento dos processos industriais.

A Glax é uma indústria que atua na área de vidros e cristais, produzindo luminárias e peça de decoração, como vasos e centros de mesa, de maneira artesanal. A empresa de Pomerode foi adquirida pela Taschibra, de Indaial, em dezembro. O grupo comprador, especializado em produtos para iluminação, já havia adquirido a Blumenox em 2016. O gás natural é usado na linha de produção para o aquecimento dos fornos de fusão, onde o material é derretido, e do forno contínuo, onde o vidro é temperado para ganhar resistência.

Deixe sua opinião