Estudantes do ensino fundamental de Brusque iniciam oficinas nos laboratórios da UNIFEBE

Proporcionar aos estudantes do 8º e 9º ano da rede municipal de ensino de Brusque vivências distintas nos laboratórios de Química, Física e Ciências da Saúde é um dos principais objetivos do UP Teen (UNIFEBE Profissões).

O lançamento da 3ª edição do projeto, promovido pela UNIFEBE em parceria com a Secretaria de Educação da Prefeitura de Brusque, foi realizado na manhã desta segunda-feira, 23 de abril e reuniu cerca de 1,5 mil alunos de 16 escolas do município.

Ao longo do ano, os estudantes serão beneficiados com aproximadamente 130 oficinas — aula prática nos laboratórios — realizadas no campus Santa Terezinha.

O reitor da UNIFEBE, Günther Lother Pertschy, enfatiza que o UP Teen é muito positivo. Segundo ele, a Instituição disponibiliza toda a estrutura laboratorial ao ensino da rede pública de Brusque e contribui com os adolescentes na escolha de sua futura profissão.

— A UNIFEBE proporcionará a estes estudantes vivência laboratorial em ambiente acadêmico, para contribuir com as futuras escolhas profissionais de cada um  — destaca o reitor.

Para a secretária de Educação, Eliani Aparecida Busnardo Buemo, ser parceira da UNIFEBE é bastante representativo.

— Tirar esses alunos do seu ambiente escolar e proporcionar a eles outras vivências, outras experiências num modelo tão organizado como esse que aqui se apresenta, por certo só somarão a nossa intenção e ao nosso esforço de fazer um futuro melhor — salienta Eliani.

O professor de História da Escola de Ensino Fundamental Cedro Alto, Vilmar Becker, também enfatiza que a parceria entre a Secretaria de Educação de Brusque e a      UNIFEBE é de extrema importância para os estudantes. Segundo ele, os alunos têm a oportunidade de conhecer muitos laboratórios, que não existem nas escolas e de adquirir um conhecimento produzido por academias.

— A UNIFEBE, com sua estrutura pedagógica e física, proporciona a eles uma vivência de conteúdo, de novas experiências, de poder observar que existe algo muito maior do que estão acostumados no seu dia a dia na escola — analisa Becker.

O estudante do 8º ano da Escola de Ensino Fundamental Oscar Maluche, Brenno de Souza Ferreira, de 14 anos, afirma que as oficinas ajudarão significativamente no seu conhecimento.

— Me ajudará em muitas áreas, no estudo, sobre várias coisas que eu posso aprender e ser melhor no futuro — opina Ferreira.

PROJETOS

Centro de Ciências da Saúde

A oficina de “Anatomofisiologia: saberes corporais” será realizada com os estudantes do 8º ano, sobre questões relacionadas ao corpo humano e seus sistemas, dando ênfase ao sistema nervoso central e periférico e sistema locomotor.

Laboratório de Química e Física

Já os estudantes do 9º ano participam da oficina “Ação e reação: laboratórios a serviço do saber”, desenvolvida nos laboratórios de Química e Física da UNIFEBE. O objetivo é trabalhar questões relacionadas com a parte da ciência que estuda a física e a química, de maneira introdutória no ensino fundamental.

Deixe sua opinião