ERRO ADMINISTRATIVO

O prefeito interino de Brusque, Roberto Pedro Prudêncio Neto, juntamente com o responsável pela secretaria de obras estão incorrendo em erro grave quando determinam e autorizam o uso de pessoal, equipamento, maquinário e dinheiro público do município de Brusque para recuperar a rodovia estadual SC 486.
Além desta atitude irregular, a comunidade se revolta ao ver as ruas do município sem serviço de recuperação, vários buracos e o dinheiro dos impostos dos moradores de Brusque sendo utilizados em obras que deveriam ser realizadas pelo governo do estado de Santa Catarina.
Na manhã desta sexta-feira (17), o trecho em frente a marmoraria Erbs, na rodovia estadual, está sendo recuperado pela prefeitura de Brusque que empenhou mais de 20 operários, algo em torno de 10 veículos e um valor monetário que poderia ser empregado nas vias municipais.
É possível ver nas imagens ainda, a falta de equipamentos de proteção individual (EPI) dos funcionários e a falta de orientação por parte daqueles que cuidam do trânsito, pois param inclusive veículos de emergência como uma ambulância.

Sendo irregular este tipo de serviço executado pela secretaria de obras, não seria de forma alguma errada, a situação de vereadores impedirem a continuidade da obra e cobrarem do estado que terminem o que foi começado irregularmente pelo prefeito interino. Para o munícipe de Brusque não tem dinheiro, mas para obras do estado têm?

Deixe sua opinião