Equipe da Vigilância Epidemiológica de Brusque retira caçambas que podiam estar com criadouros da dengue

Após denúncia de moradores, a equipe da Vigilância Epidemiológica de Brusque realizou na última semana a retirada de duas caçambas de carretas que estavam com acumulo de água e , possivelmente, servindo de criadouro para Aedes Aegypti, que transmite a dengue, Zika Vírus e a Febre Chikungunya. Elas estavam em um terreno no bairro Paquetá. A ação foi um trabalho conjunto envolvendo a vigilância, Polícia Mimilar e a Guarda de Trânsito de Brusque.
A coordenadora do Programa de Controle de Endemias, Letícia Figueredo, explicou a importância da ação, tendo em vista o bem estar da comunidade. “Conseguimos visualizar que estava cheio de larvas, mas por causa da dificuldade de acesso não conseguimos efetuar a coleta, por isso, as retiramos do local. Não tinha como erguer para fazer a água descer e não identificamos o dono. Tentamos entrar em contato com a empresa que elas estão registradas, mas o telefone deu como inexistente. Tivemos que acionar a Polícia Militar para efetivarmos a retirada. Elas foram retiradas tendo em vista o prejuízo que estavam causando à população, ” disse.
Atualmente, a Vigilância mantém 517 armadilhas em toda a cidade, que são monitoradas constantemente . Além disso, 107 pontos estratégicos: borracharias, floriculturas, ferros-velhos e cemitérios, são visitados frequentemente.
Fique atento com a Dengue
Sintomas da doença
Febre alta com início súbito.
Forte dor de cabeça.
Dor atrás dos olhos.
Perda do paladar e apetite.
Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores.
Náuseas e vômitos.
Tonturas.
Extremo cansaço.
Moleza e dor no corpo.
Muitas dores nos ossos e articulações.
Denúncias: (47) 3110-1022 

Deixe sua opinião