Enxurradas: Moradores de Azambuja Reclamam da Implantação de Condomínio

Por duas vezes, as enxurradas que atingiram Brusque provocaram estragos no bairro Azambuja. A última ocorrência foi em 5 de janeiro, quando pela primeira vez a gruta do Santuário foi invadida pelas águas que atingiram veículos e estabelecimentos comerciais, incluindo parte das dependências do Hospital Arquidiocesano Cônsul Carlos Renaux.

O terreno, segundo apurado pela reportagem do EM FOCO junto ao Registro de Imóveis da Comarca de Brusque, tem como proprietários a W Construtora e Incorporadora Ltda. (60%), Raimundo Carlos Marchi (20%) e Rui Mauricio dos Santos (20%).

Moradores reclamam que tais transtornos se devem à instalação do Condomínio Residencial Nossa Senhora de Azambuja em uma área de 103,8 mil metros quadrados.

A implantação do loteamento foi autorizada pelo prefeito interino Roberto Pedro Prudêncio Neto em 2015, e recebeu a licença ambiental número 009/2015. Suas obras estão sendo executadas pela W Construtora e Incorporadora Ltda.

Deixe sua opinião