Em gravação Ricardo Saud diz: “O Gilmar começou a ajudar a gente”

Declaração teria sido feita pelo executivo em conversa com Frederico Pacheco, primo do senador Aécio Neves (PSDB-MG), no dia 3 de maio, segundo a revista Veja; boa parte da conversa girou em torno da decisão da 2ª Turma do Supremo, que um dia antes revogou a ordem de prisão do juiz Sérgio Moro e soltou o ex-ministro José Dirceu; “Acho que o Gilmar agora começou a ajudar a gente”, diz, sobre o ministro que votou a favor da soltura; Saud também comenta uma eventual, na época, delação de Antonio Palocci:  “O Palocci vai [delatar], porque ele vai entregar o Lula”

A declaração teria sido feita pelo executivo em conversa com Frederico Pacheco, primo do senador Aécio Neves (PSDB-MG), a quem estava sendo paga uma das quatro parcelas de R$ 500 mil cada, dinheiro solicitado pelo tucano, hoje afastado do cargo, ao empresário Joesley Batista.

Deixe sua opinião