Em 2016, Sesc investiu R$ 30,8 milhões e registrou 53,5 milhões de atendimentos

‘Mais uma vez comprovamos, de forma efetiva, nossa vocação para o desenvolvimento social, educativo e cultural dos trabalhadores’, diz diretor

O Sesc em Santa Catarina investiu R$ 30,8 milhões em obras e equipamentos no último ano, implantou novas Unidades em Itajaí, Palhoça e São Miguel do Oeste, e registrou 53,5 milhões de atendimentos em ações nas áreas de Educação, Saúde, Cultura, Lazer, Turismo Social e Assistência, visando o bem-estar e a qualidade de vida dos catarinenses. Os dados estão publicados no Balanço Social Sesc 2016, lançado neste mês e disponível no site da Instituição.

A publicação anual apresenta as principais realizações do ano anterior, quando a Instituição completou 70 anos, além dos investimentos e resultados alcançados no período. Desta forma, presta contas da aplicação dos recursos e mantém a tradição de transparência nos processos e no exercício da responsabilidade social. O documento inclui estratégia, perfil organizacional, estrutura operacional e de atendimento, ampliações dos serviços, prêmios concedidos e recebidos, novas instalações, indicadores sociais internos, externos e ambientais, além de dados financeiros.

“Nestes 70 anos de atuação, o Sesc é reconhecido como Instituição socialmente responsável e referência pela qualidade dos serviços prestados. Mais uma vez comprovamos, de forma efetiva, nossa vocação para o desenvolvimento social, educativo e cultural dos trabalhadores do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, e da sociedade catarinense”, declara Roberto Anastácio Martins, Diretor Regional do Sesc em Santa Catarina.

O Sesc está presente em todas as regiões do Estado e fechou o ano com 48 pontos fixos de atendimento em 28 cidades e 17 unidades móveis que, de forma itinerante, desenvolvem eventos comunitários, atendimento odontológico, educação em saúde e incentivam à leitura.

Deixe sua opinião