Diretoria Estadual de Investigações Criminais de Florianópolis realiza apreensão de produtos piratas em Itajaí, Brusque e Gaspar

Ação apreendeu 30 mil produtos da marca Reserva
Após 2 meses de investigação, Diretoria Estadual de Investigações Criminais – DEIC de Florianópolis promoveu, na data de hoje, uma grande operação para aprender produtos contrafeitos da marca Reserva.
A operação aconteceu em 8 fábricas e distribuidores nas cidades de Itajaí, Brusque e Gaspar, no estado de Santa Catarina.
Como resultado, foram apreendidos aproximadamente 30 mil produtos entre camisas, moletons, casacos e bermudas da marca carioca. Os produtos piratas tinham como destino a Rua 25 de Março, em São Paulo.
Durante a operação foram apreendidos materiais de serigrafia para a produção dos produtos falsificados e máquinas, impedindo a continuidade da produção.
“O total do valor dos produtos de vestuário apreendidos poderia chegar a 2 milhões de reais, caso essas peças chegassem até o consumidor”, declara o advogado responsável. A ação foi acompanhada pelo escritório Daniel Advogados que representa a Reserva.

Deixe sua opinião