CREA-SC divulga manifesto em favor da justiça e da ética após assassinato de engenheiro

Sérgio Renato da Silva havia denunciado a liberação de um habite-se irregular, e também iria depor sobre esse caso.

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina divulgou um manifesto de pesar pelo assassinato do engenheiro civil Sérgio Renato da Silva. A morte aconteceu no dia 22 de fevereiro, na Praia Brava, em Itajaí.

Confira o manifesto na íntegra:

Manifesto em favor da justiça e da ética – Falecimento Engenheiro Civil Sérgio Renato da Silva

O CREA-SC – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina vêm manifestar publicamente seu pesar e indignação pelo assassinato do Engenheiro Civil Sérgio Renato da Silva, no dia 22 de fevereiro na Praia Brava, em Itajaí. Cobramos das autoridades extremo rigor e agilidade na elucidação deste crime, pela honra do cidadão e profissional que trabalhou em prol do desenvolvimento, segurança e qualidade de vida da comunidade da região, e, pela valorização ética de seu desempenho como profissional da engenharia.

O engenheiro era responsável pela análise de projetos na Secretaria de Planejamento da Prefeitura de Balneário Camboriú e recentemente havia sido exonerado do cargo. Segundo informações, havia denunciado a liberação de um habite-se irregular. Ele também iria depor sobre esse caso.

Ressaltamos, de acordo com os princípios do Código de Ética Profissional da Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia e Meteorologia, que os profissionais da área tecnológica são os detentores do saber especializado de suas profissões e sujeitos proativos do desenvolvimento. “A profissão é praticada através do relacionamento honesto, justo e com espírito progressista dos profissionais para com os gestores e colaboradores de seus serviços, com igualdade de tratamento entre os profissionais e com lealdade na competição”. E, finalmente, sobre a liberdade e segurança dos profissionais o código determina: “A profissão é de livre exercício aos qualificados, sendo a segurança de sua prática de interesse coletivo”.

O CREA-SC manifesta novamente sentimentos de pesar à família da vítima e clama por justiça e celeridade na apuração deste atentado ao livre exercício da profissão da engenharia.

Eng. Civil e de Seg. do Trabalho Carlos Alberto Kita Xavier
Presidente do CREA-SC

Deixe sua opinião