Conversas com adolescentes sobre a violência contra a mulher marcam o dia internacional, na Polícia Civil

Numa forma de aproximação ainda maior com a comunidade, a Coordenadoria das DPCAMIs, por meio de suas Delegacias de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso, inicia, nesta semana, um roda de conversas em escolas e universidades para debater com adolescentes o enfrentamento da violência contra mulher. A data do dia 8 de março não poderia ser mais indicativa.

 

Sinônimo de luta e ações, o Dia Internacional da Mulher não é um dia de celebração de gênero, mas uma data de lembranças. Embora alguns mitos cerquem a data, eles só reforçam o debate acerca da luta através dos séculos.

 

O projeto institucional nasceu de uma iniciativa chamada Polícia Civil por Elas e a qual será desenvolvida em todo o Estado. A Roda de Conversas é uma das ações. Outras serão realizadas durante o ano. Na Capital, hoje, por volta de 10h30min, a Escola Pública Padre Anchieta, na Agronômica, foi a primeira a receber este evento. Hoje pela tarde, a Polícia Civil retoma as conversas na Escola e amanhã o Hospital Florianópolis recebe também os policiais.

 

NO VALE

 

Em Itajaí, o projeto “Polícia Civil Por Elas” também realizou na manhã desta quinta-feira, 8, um bate-papo com os alunos do 9º ano da Escola Básica Avelino Werner, localizada na Rua Santo Antônio, 320, bairro São Judas, por volta das 10 horas da manhã.

 

Ao final da conversa, foram entregues livretos sobre a Lei Maria da Penha.

 

28795901 1628004237282444 6901611692570406878 n

Deixe sua opinião