Construção civil e mobiliário iniciam negociação coletiva

A negociação coletiva dos setores de construção civil e mobiliário de Brusque e região vai começar. Esta semana acontecem as assembleias dos trabalhadores do setor para elaborar as propostas a serem encaminhadas aos empresários. Os encontros serão realizados na sexta-feira, 23, à noite, sábado, 24, e domingo, 26, pela manhã, nas cidades de Brusque, Botuverá e Nova Trento.

Os encontros serão organizados pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brusque e região (Sintricomb). Em Brusque, a assembleia acontece às 18h30 de sexta-feira, em primeira convocação, e às 19h em segunda, com qualquer número de presentes, na sede da entidade (Rua Francisco Cervi, 39, Centro). A reunião terá presenças de empregados dos setores em Brusque e Guabiruba.

Já no sábado serão os trabalhadores de Botuverá, Vidal Ramos e Imbuia que discutirão as propostas. A assembleia está marcada para as 10h30 da manhã, em primeira chamada, e as 11h, em segunda, também com qualquer número de presentes. O local será o Pesque pague Raulino Graf.

O encontro de domingo será realizado na Sede recreativa do Sintirocmb, no Distrito de Claraíba, em Nova Trento. A primeira chamada será às 10h30 e a segunda, com qualquer número de presentes, ocorre às 11h. Nesta participam trabalhadores de Nova Trento, Canelinha, São João Batista, São João Batista, Major Gercino e Leoberto Leal.

“É um momento importante porque começamos a preparar um rol para depois chamar os patrões se começar a negociação coletiva este ano. Sabemos que é um momento em que temos que ter muita cautela em relação aos índices que vamos encaminhar, mas precisamos fazer a nossa parte”, comenta o presidente do Sintricomb, Izaias Otaviano.

Para ele, é importante a participação maior possível dos trabalhadores, pois trata-se de definições sobre os próximos doze meses em relação a questões que vão desde salariais até outras que afetam diretamente os empregados em seus locais de atividade.

Deixe sua opinião