Consagrados participam de capacitação para o combate do tabagismo

Para auxiliar na restauração dos filhos e filhas, a Comunidade Bethânia fechou parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de São João Batista (SC) para capacitar os consagrados a formarem grupos de apoio e orientação contra o tabagismo.
Durante toda a terça-feira, 8, os consagrados participaram da capacitação no auditório do recanto São João Batista. A assistente social da Coordenadoria de Serviços Descentralizados da Grande Florianópolis, Marlene Rodrigues Silva trouxe diversos dados alarmantes em relação à saúde dos fumantes e também das pessoas que convivem com um fumante.
O responsável técnico da Comunidade, Pierre Patrick Pires, conta que Bethânia possui uma grande parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e numa das conversas foi apresentada a proposta pela fonoaudióloga Clarissa, a qual fez todos os contatos com a CSD. “É muito legal para nós, Comunidade, pois hoje um dos nossos maiores desafios é a abstinência do cigarro dos filhos. A maioria dos acolhidos é dependente dessa droga e precisamos saber como auxiliá-los a abandonar por completo o vício e não recaírem ao saírem daqui”.
Marlene trabalha dentro da Vigilância Epidemiológica da CSD e trata excepcionalmente das doenças não-transmissíveis, sendo o tabagismo uma delas. “É a primeira vez que venho na Comunidade Bethânia e achei muito legal, pois como não pode fumar aqui, é interessante fazer um trabalho em grupo, até porque é muito difícil a pessoa parar de fumar sozinha. Se ela tiver um apoio, os resultados são melhores. Sem orientação, a tendência é voltar a fumar”.
A partir da capacitação, os consagrados poderão formar um grupo com os filhos fumantes sob acompanhamento da Secretaria Municipal de Saúde. E assim os fumantes receberão o medicamento do Ministério da Saúde para parar de fumar. O grupo para o tratamento tem duração de 1 ano. “O tratamento inicia com quatro semanas seguidas no grupo, depois uma vez por mês durante 1 ano”, explica Marlene.
Além dos consagrados, participaram também da capacitação os aspirantes da Comunidade Bethânia.

Deixe sua opinião