Como vai a merenda escolar do seu filho

“Carnes, feijão, frutas, gelatina, macarrão, verduras, sucrilhos e legumes. Esses são alguns dos gêneros alimentícios que fazem parte da refeição diária dos cerca de 10 mil estudantes que frequentam as escolas da rede municipal de ensino – (23/02/2010)”.

Mãe para o filho: “E aí meu filho, como foi a escola hoje, o que serviram no “recreio”?

Filho: “Arroz com ovo”

(13/03/2018)

Arroz com ovo no recreio!? Não que arroz com ovo não tenha lá seus atributos nutritivos, mas vamos raciocinar juntos: cada município desse lindo e imenso país recebe verba do Governo Federal para a merenda escolar proporcional ao censo escolar do ano anterior e, com este valor, o município faz sua licitação para aquisição dos produtos ADEQUADOS para o desenvolvimento físico intelectual de cada indivíduo bem como para necessidades específicas, individuais.

Pois bem, já colocamos aqui quais alimentos foram licitados pela nobre prefeitura lembra? não? Vamos refrescar a memória então:  https://wp.me/p7C7PF-7u2. Mas vamos lá, no ano de 2017 Brusque recebeu para investir em alimentação escolar, R$ 1.595.698,00, lembrando que o valor do repasse é com base no censo escolar do ano anterior, neste caso, censo escolar 2016. Se, com todo esse montante a alimentação escolar já foi questionável e digna de fiscalização em 2017, imagina como vai ficar 2018, sabe porquê? não?

Calma, sem estresse, eu conto: fazendo uma pesquisa aqui outra ali, tudo indica que o censo estudantil 2017 de Brusque ainda não foi lançado no sistema do PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar. Já sacou o que isso significa né! Não tem censo, não tem merenda decente, leu direitinho né, eu disse decente, pois com ou sem dinheiro até onde se sabe, somente merenda INDECENTE tem sido servida nos educandários e, na maioria das vezes, são os pais que levam de casa… que coisa não! E aí, tá com saudade quando seu filho ou filha recebia àquela alimentação especial na “creche” por causa de “intestino preso”? alergia à lactose? Doença de Crohn? Pois é! Ah, ficou na dúvida quanto ao “dindin” enviado né! Tem problema não, segue a fonte para você mesmo visitar e “furuncar” à vontade, quem sabe você aprende a não se basear só pelo o que eles dizem na rádio, televisão, Câmara de Vereadores… http://www.fnde.gov.br/programas/pnae. Enquanto isso, segue o féretro do “des”governo para a “Integração e Progresso (deles) e seu filho e filha no “arroixcumovo”. É, e quem escolheu quem daria continuidade para todos os benefícios conquistados tem que pagar essa conta junto com você, ou seja, pato por tabela!

Deixe sua opinião