Campanha de Vacinação contra a Influenza vai ampliar cobertura para atender Forças de Segurança e Salvamento

A campanha nacional contra a Influenza, que começou no dia 10 de abril e prossegue até 31 de maio, ganhou um novo grupo de prioritário, segundo divulgou ontem o Ministério da Saúde. Cerca de 900 mil pessoas em todo o país, integrantes das Forças de Segurança e Salvamento, terão direito a vacinação que protege contra alguns tipos de gripes. Os profissionais dessa categoria, estão mais expostos ao vírus, por estarem diretamente envolvidos em atividades de risco e, também, em aglomerações.
Os demais grupos que têm o direito a dose são: idosos acima de 60 anos; crianças entre seis meses e seis anos incompletos; gestantes; mulheres que deram a luz nos últimos 45 dias; portadores de doenças crônicas; profissionais do setor da saúde; professores e pessoas privadas de liberdade.
Natália Cabral Marchi, enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Brusque, reforça a importância de se vacinar contra a gripe. “Queremos convocar a população do público-alvo, que procure uma Unidade Básicas de Saúde (UBS), entre 8h e 11h30min e das 13h as 16h30min para tomar a dose, pois precisamos atingir 90% da meta”, comenta.
No dia 4 de maio, sábado, será realizado o dia D, com intensificações em todas as UBS, inclusive aquelas que não possuem sala de vacinação. Servidores vão aplicar a vacina durante todo o dia e, um dos objetivos, é atender a população que trabalha e não consegue se dirigir a um posto de saúde em dias úteis.

Deixe sua opinião