BRUSQUE NA LUTA PELA DESBUROCRATIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

Aconteceu na manhã desta sexta-feira (14), no Salão Nobre da Prefeitura de Brusque, a assinatura do Projeto de Lei que simplifica os procedimentos para a abertura de empresas na cidade. O novo projeto contempla as modalidades de ME (Microempresa); MEI (Microempreendedor Individual); EPP (Empresa de Pequeno Porte).
Com o novo Projeto de Lei do Executivo, será possível o contribuinte registrar e cadastrar sua empresa na prefeitura municipal e, no máximo em 48h ter toda documentação emitida pelo executivo, pontuou o prefeito Paulo Eccel.
Beno Alcides Buttchevits, do Núcleo das Empresas Contábeis da Brusque, disse que este Projeto de Lei irá atender a necessidade das pessoas que pretendem tornar-se um empreendedor e ter sua empresa registrada sem burocracia.
Beno ainda comentou sobre o fato de muitas empresas escolherem outros municípios para estabelecer suas sedes por conta do excesso burocrático.
Agora com o novo projeto, esperamos que o legislativo esteja em sintonia.

Outro assunto que fez parte da pauta foi o Programa de Modernização da Administração. O programa do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) tem a parceria da Caixa Econômica Federal . O descontingenciamento  de mas de R$ 6 milhões de reais será usado para modernização de instrumentos que possibilitem digitalizar cerca de 10 milhões de documentos que atualmente ainda estão em papel. Outro avanço possibilitado pelo PMAT, será na área de geoprocessamento, onde fotos aéreas e um banco de dados permitirá o cruzamento de cada espaço público ou privado, permitindo assim uma melhor ação de projetos ambientas, plano diretor, sócio econômicos entre tantas outras modalidades.

Deixe sua opinião