BRUSQUE E CORINTHIANS: DE IGUAL PARA IGUAL (III)

Como em tudo na vida, há dois lados de uma mesma história. Há quem viu jogar dois times com garra e determinação em busca do que é mais importante: a vitória. Há quem ainda espera que os dois times entrem em campo. Parte da torcida, que ficou de pé, apertada contra as grades que separam o campo das arquibancadas, foi ao estádio para incentivar, torcer, xingar, fazer o seu papel. E o fez, assim como Brusque e Corinthians fizeram o seu: entraram para a história da Copa do Brasil. O resto… Bom, o resto é história. E cada um dos dirigentes, atletas ou torcedores tem a sua para contar, feliz ou triste. Vida que segue!

Deixe sua opinião