“ Brincar é coisa Séria ”

Aconteceu sábado, dia 20 de outubro, na Praça do Bairro Jardim Maluche, o evento “BRINCAR É COISA SÉRIA”, promovido pela RECREARE e pelo Espaço Neuropsicopedagógico AtivaMente. O objetivo era conscientizar famílias sobre a importância do brincar no desenvolvimento saudável da criança, pois é através do brincar que a criança se apropria do mundo e se desenvolve física, emocional e cognitivamente.

As atrações da tarde foram de pura animação!

A Recreare – recreação para todas as idades, representada no evento por Alan Amorim, Jamerson Vandresen e Thyago Vandresen, tocou e embalou à tarde com brinquedos cantados, brincadeiras populares e muitos jogos psicomotores. O Eliomar Gomes, Mestre Urso, proporcionou arte para a meninada através do gingado da sua capoeira.

O evento também contou com a presença do Espaço Neuropsicopedagógico AtivaMente, representado por Daniele Arais Raymundo, que voltou seu trabalho em conscientizar e dar boas ideias de brincadeiras para o dia-a-dia com as crianças.

Daniele explica: “Muitas crianças estão preferindo o uso de eletrônicos ao invés da brincadeira, e isso é muito prejudicial ao desenvolvimento da criança, contribuindo até a Síndrome do Pensamento Acelerado ainda na infância. É preciso fugir da escolha dos pais atualmente, que é uma agenda cheia para crianças, permitamos o brincar livre, que valoriza o faz de conta, floresce a imaginação e é desenvolvimento sem fim! É preciso tornar essa brincadeira mais convidativa, despertar a curiosidade e manter o interesse da criançada!” Nesse sentido a tenda da conscientização ofereceu diversas opções de como usar materiais abertos ou não estruturados, massa de areia e outros atrativos para participarem e darem maior qualidade as brincadeiras.

O evento acabou com um sorteio de prêmios e com gostinho de quero mais!!

A Recreare e a AtivaMente agradece o Mestre Urso, a Renascer – escola extracurricular, a Arte de Brincar e todas as famílias presentes que fizeram essa tarde ser tão gostosa e especial!

Manter as crianças ocupadas com atividades extracurriculares o tempo todo, ou quietinhas, sem incomodar diante de aparelhos eletrônicos, seja para trabalhar ou porque se está muito cansado, causa efeitos maléficos ao desenvolvimento global das crianças e adolescentes, além de certamente favorecer transtornos de ansiedade, já tão visíveis nas crianças e adolescentes da atualidade.

Tudo tem a fase da vida apropriada para tomada de escolhas, e ter uma agenda lotada de compromissos é uma escolha que acomoda as necessidades da família, mas não combina com Infância.

Kamille Meneses
Pedagoga e Psicopedagoga

Deixe sua opinião