Assista-“48% DA RECEITA DO MUNICÍPIO ESTÁ COMPROMETIDA COM SALÁRIOS”

“Sabemos que hoje 48% da receita está comprometida com salários. É muito dinheiro”, avaliou o vereador Celso Emydio da Silva, referindo-se à folha de pagamento da Prefeitura de Brusque. “Como a receita é fundamental e vimos ela cair nos últimos anos, acho necessário que o gestor venha cá e coloque a situação da pasta, para termos até bom senso ao julgá-lo”, acrescentou.
Ele quer que o secretário de Saúde, Humberto Fornari, compareça a uma sessão ordinária da Câmara Municipal para falar sobre os “os programas de trabalho da pasta” e sobre “perspectivas assistenciais estabelecidas no orçamento do Fundo Municipal de Saúde” para 2017. Segundo o vereador, “há servidores da prefeitura que atualmente recebem salários maiores do que a remuneração do próprio prefeito”, como observou na mesma sessão o vereador Marcos Deichmann.
Celso lembrou que o funcionalismo público municipal tem Plano de Cargos e Carreiras. “Foi um reconhecimento e um conserto no que recebia o funcionalismo de Brusque, que eram salários realmente pequenos, desestimulantes”, disse. “Hoje, vemos a impactação e que esses super salários ocorreram por este fato. Normalmente, são médicos com especialidades, com carga de oito horas e em final de carreira. Isso impacta diretamente nas contas do município”.
“A gente imagina que está ruim, mas está pior”, disse o presidente do legislativo municipal, Jean Pirola. “Temos cinco mil exames ao mês, 60 mil ao ano. Isso é 1/6 do necessário para atender a população de Brusque”, observou.

Deixe sua opinião