“Aquele que me odeia, também odeia o meu deus”

1 – Amar a Deus sobre todas as coisas.

Amar a Deus no próximo, através do nosso irmão. Temos que nos assemelharmos à Ele, e para isso nós temos que:

– Amar a todos

– A todos perdoar.

– A todos servir

– E a ninguém excluir

Santo Agostinho definia que o nosso amor por Deus é assim: “Um conflito entre dois amores: o amor de Deus impelido até o desprezo do amor de si.” ou “o amor de si impelido até o desprezo do amor de Deus”.

Quando fomos batizados nós nos tornamos cristãos. Isso quer dizer que nós não somos apenas amigos de Cristo, mas que estamos inseridos (fazemos parte) no seu projeto de salvação, de restauração.

Jesus Cristo veio para restaurar a vida das pessoas, da igreja. Ex: nas Bodas de Canaã Ele transformou a água em vinho, deu vida ao filho da viúva de Naim, fez os cegos enxergarem, os surdos ouvirem, os coxos andarem etc. Nós temos que a exemplo de Jesus Cristo restaurar a vida da sociedade.

E eu restauro a sociedade quando eu ajo com a consciência moral cristã, testemunho Jesus Cristo onde quer que eu esteja, quando luto contra os preconceitos racial, de cor, nível social.

“Deus só pede o nosso amor” – Leia Mt 22, 34-40…

… pois é, assim deveria ser, em especial nas aulas de catequese onde tanto se cobra os mandamentos e os demais ensinamentos do Salvador no entanto, corre a boca pequena que na comunidade da Rua São Pedro, um/a catequista informou para sua turma de catequese que: “menino é menino e menina é menina e que esse tipo de gente (referindo-se aos homossexuais), não entra na turma dele/a”. O que é isso, em que mundo estamos e o que estamos deixando passar para nossos filhos!? O ódio? A ignorância? O desprezo ao próximo? Que tipo de gente é você que prega algo contrário às escritas sagradas. Pois saiba você que esse tipo de gente a quem você se refere, precisa sim é ser amado/ a acolhido/a, respeitado/ a e não desprezado/ a como você assim colocou. Espero sinceramente que a comunidade e a igreja tomem uma providência respeitosa às escolhas de cada um e que nenhum falso cristão/ ã semeie ainda mais ódio em nossa sociedade.

 

Deixe sua opinião